preloader

Dúvidas

O que significa mediação online?

A mediação online é um procedimento em que o mediador, terceiro imparcial e sem poder decisório (que não é substituído por um software ou qualquer outra ferramenta), com suporte da tecnologia da informação e da comunicação, atua como facilitador do diálogo para auxiliar pessoas em conflito a encontrarem soluções de ganho mútuo e construírem um acordo.

Quais os princípios da mediação online?

A mediação online segue os princípios gerais da mediação, previstos na Lei de Mediação: imparcialidade, isonomia entre as partes, oralidade, informalidade, autonomia da vontade das partes, busca do consenso, confidencialidade e boa-fé (art. 2º), acrescentando a preocupação com a acessibilidade eletrônica, a identidade dos participantes, a segurança dos dados e usabilidade.

Quais os princípios da mediação online?

Para que a mediação online aconteça, é organizado um fluxo, antes, durante e depois da sessão de mediação, com as seguintes etapas:

1) Envio do caso: o usuário preenche um formulário relatando a cobrança indevida ou abusiva, ajuizados ou não, para a plataforma.

2) Adesão: a plataforma envia para empresa o convite para a mediação. Se houver o aceite, a plataforma agenda uma sessão com ambas as partes.

3) Sessão: o mediador realiza a mediação online com as partes.

4) Acordo: as partes assinam o acordo de mediação com validade jurídica.

Quais os princípios da mediação online?

Para os participantes podemos mencionar: permanência no local em que está acostumado (casa, trabalho, faculdade); economia de gastos com deslocamento e hospedagem; flexibilidade para interagir de modo simples e acessível; possibilidade do uso de vários meios eletrônicos (chat, áudio, vídeo), sem necessitar um software especial; possibilidade de anexar documentos, disponibilizando-os a todos.

Para as empresas ou instituições que oferecem e/ou participam da mediação: melhoria da relação com o cliente; impactos positivos na reputação e imagem; aceleração do processo de tomada de decisão; redução de custos; controle de riscos; economia de tempo; economia de recursos materiais e humanos; redução do estoque de processos judiciais; evitação de judicialização de novos casos.

A proposta de valor da WeJust é para quem?

Destina-se tanto a pessoas jurídicas, empresas e organizações, que queiram melhorar a experiência de seus clientes relacionadas a gestão dos conflitos. Regra geral está relacionada aos setores de Jurídico, Atendimento (Ouvidoria, SAC), Customer Experience, Cobrança, quanto a pessoas físicas que queiram resolver conflitos relacionados a cobranças indevida ou abusiva.

Quais tipos de conflitos auxiliamos para fechar um acordo?

A mediação online é apropriada para conflitos que envolvam a área empresarial, financeira, bancária, varejista, securitária, educacional, de franquia, condominial, de construção, de incorporação, imobiliária, de telefonia e internet, trabalhista, com parceiros e fornecedores, societário, indenizatória, revisional, contratual. Mais o foco da WeJust são usuários que receberam cobranças indevidas ou abusivas e que tentaram resolver com a empresa sem êxito.

Quanto tempo dura uma mediação online?

A mediação pode ter tantas sessões quanto as partes desejarem, podendo durar apenas horas. O comum é o procedimento durar até 1 mês, considerando todo o fluxo. Dependerá da complexidade da demanda e da disponibilidade das partes.

Qual a garantia de que o acordo será cumprido?

A maior garantia de que qualquer acordo será cumprido é ser celebrado de livre vontade e corresponder à vontade real dos seus celebrantes, satisfazendo as necessidades de todos os envolvidos. O entendimento a que se chega no final do processo de mediação é a maior garantia do seu cumprimento.

Qual a legislação que regula a mediação online?

A Resolução nº 125/2010, do Conselho Nacional de Justiça e o Novo Código de Processo Civil, a Lei de Mediação.

Qual a validade do acordo feito em mediação online?

O acordo feito em mediação online tem o mesmo efeito do realizado em mediação extrajudicial, qual seja, título executivo extrajudicial, nos termos do artigo 784, III, do Código de Processo Civil, podendo ser homologado judicialmente, se as partes assim o desejarem.

Como acontecem as sessões de mediação?

Como regra, as sessões de mediação realizam-se de forma conjunta, com todos os participantes, sendo possível em algum momento, se o caso, realizar sessões privadas com o mediador e alguma das partes.

O meu advogado pode estar presente na mediação? É obrigatória a presença de um advogado nas sessões de mediação?

Os advogados são muito bem-vindos à mediação. Compete a cada uma das partes decidir se pretende ser acompanhada pelo seu advogado durante as sessões. Embora a presença do advogado seja facultativa na mediação extrajudicial (art. 10 da Lei de Mediação), é aconselhável e útil quando necessária assessoria jurídica para a compreensão do problema e busca de soluções. A lei determina que quando uma das partes estiver acompanhada de advogado, a outra deve também estar.

A mediação pode gerar um acordo parcial?

Sim. Em caso de concordância parcial, as partes assinam o Acordo de Mediação, especificando os pontos de concordância. É muito positivo, mesmo que não resolva a totalidade do conflito, pois gera um ambiente menos litigante, mesmo que se utilizem outros meios posteriormente, tal como a arbitragem ou o Judiciário, para os pontos faltantes.

Quem é o mediador?

Integrante do time da WeJust.

Quem participa da mediação?

Quaisquer pessoas, físicas ou jurídicas, com pleno exercício de sua capacidade civil podem utilizar a mediação como forma de solução de conflito. Assim, participa da mediação o mediador e as partes em conflito, podendo estar, ou não, acompanhadas de seus advogados.

Cadastre-se
em nossa newsletter